23/08/2019 - 08:49

Filha de Stan Lee se pronuncia sobre impasse entre Sony e Disney

Joan Celia Lee, falou que seu pai não foi tratado com o devido respeito pela Disney

Bastidores

Segundo a filha de Stan Lee, Joan Celia Lee, seu pai ficaria satisfeito com o desfecho das negociações que envolvem os direitos de produção sobre os filmes do Homem-Aranha, entre Sony e Disney, caso ele estivesse vivo. Stan Lee, morreu em novembro de 2018, aos 95 anos idade.

Joan, disse estar do lado da Sony, sobre os impasses dos direitos do herói. Para ela tanto a Marvel como a Disney, não trataram Stan Lee da maneira que ele merecia e acredita que existem outras opções de empresas para cuidar do Homem-Aranha e não apenas a gigante do entretenimento, disse em entrevista ao site TMZ.

"A Disney e a Marvel querendo todo o controle total da criações do meu pai deve ser analisada e checada por outras empresas que, mesmo que visem o lucro, tenham um respeito genuíno por Stan Lee e seu legado."

A filha de Stan Lee, também acusou a Disney de ter tratado a morte de seu pai com desprezo.

"Quando ele morreu, ninguém da Marvel ou da Disney veio me procurar. Desde o primeiro dia, eles nunca demostraram nenhum respeito ou decência a ele ou ao seu legado."

Nessa semana foi anunciada ainda que a Marvel, não irá mais produzir os filmes do Homem-Aranha, devido ao desentendimento com a Sony.

Segundo fontes, a Disney - dona da Marvel Studios - quis dividir os custos de produção dos novos filmes do Homem-Aranha em 50%, com negociações para futuras produções. Mas, a Sony, não quis negociar, teria recusado a oferta, o que fez com que as duas empresas não entrassem em comum acordo.

Por enquanto o futuro de Perter Parker é incerto no UCM.

Últimas notícias